O Espírito Santo, Deus entre nós!

Categoria: Conteúdo Fixo Escrito por Erivan Magno de Oliveira Fonseca Júnior

E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões; até sobre os servos e sobre as servas derramarei o meu Espírito naqueles dias.” Joel 2.28-29

Devido a influência do movimento pentecostal, muito se tem falado sobre o Espírito Santo. A ênfase teológica para alguns movimentos é a pneumatologia, que estuda especificamente a pessoa e obra do Espírito Santo. Por outro lado, durante muito tempo, pouco se falou dobre o assunto nos círculos reformados, razão pela qual se credita o desconhecimento do tema.

Mas quem é o Espírito Santo? Qual o seu papel na igreja? E na nossa vida? Sua ação continua nos nossos dias?

pentecostes
O Espírito Santo, como o próprio Jesus apresentou, é o nosso Consolador, um ajudador que veio para habitar com os discípulos de Jesus, que tinha como principal tarefa ajuda-los na caminhada. O próprio Jesus disse “- não dos deixarei órfãos (...) mas o auxiliador, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ensinará a vocês todas as coisa... (João 14.18,28) e em Apocalipse vemos o Espírito Santo como Deus na trindade falando às igrejas. Fica claro nas escrituras que assim como Jesus foi o “Deus conosco”, andando, falando, ensinando e demostrando-nos o amor do Pai, o Espírito Santo é Deus que continua com o seu povo, que nos fala, que nos ensina mas também que cuida da nossa caminhada.

Quando pensamos como povo de Deus, a sua Igreja, fica-nos ainda mais claro qual o papel do Espírito Santo em conduzir a caminhada triunfante da Igreja. É Ele que dirige, que impulsiona, que dá a direção, que une, que quebranta os corações. Logo, se o povo de Deus não se encher do Espírito, não tiver intimidade, também não reconhecerá a sua voz, não ouvirá a sua orientação e não será conduzido por ele. É Ele que une o povo de Deus na missão de ser a voz profética no mundo caído, assim todo aquele que vive e é conduzido por ele não se afasta, não age de maneira isolada, facciosamente, mas se envolve com a comunidade no árduo papel de realizar a tarefa evangelizadora.

E a melhor de todas as notícias: Ele continua o mesmo, e agindo da mesma forma, com a mesma missão, e com o mesmo povo: o povo de Deus! Assim, cada dia que passa, percebemos que se faz necessário estarmos cheios do Espírito Santo para podermos falar das boas novas de Salvação na “língua de cada pessoa” de forma que elas entendam e abracem a fé (Atos 2)!

Que o Espírito Santo continue soprando sobre nós. Que Ele guie a nossa caminhada e nos dê o dom especial de falar em línguas, de forma que o povo do nosso tempo possa entender: Executivos e donas de casa, empresários e moradores de rua, ricos e pobre, honestos e corruptos, do morro e do asfalto!